Cadastrar imóvel imobiliária

Informativo

Mercado imobiliário contorna crise e espera crescimento
Setor imobiliário prevê lançamentos para este ano e crescimento da construção civil brasileira

Fonte: Globo online
 
Obras dos lançamentos imobiliários

Rio de Janeiro - Mesmo diante da crise global, as perspectivas do mercado de construção civil brasileiro são de crescimento. A Concal, por exemplo, espera lançar no Rio de Janeiro e em Niterói dez empreendimentos, totalizando 721 unidades e R$ 262,78 milhões em Valor Geral de Vendas (VGV), superando 2008, quando 695 unidades foram lançadas somando R$ 250 milhões de VGV, representando crescimento de 294% com relação ao ano de 2007. A João Fortes Engenharia tem 13 lançamentos previstos para este ano, entre empreendimentos residenciais e comercias, somando VGV na casa dos R$ 700 milhes. A Calçada também está com boas expectativas prevendo seis lançamentos, com 1.471 unidades e um VGV de R$ 329,41 milhões. A CHL contará com cinco lançamentos neste primeiro trimestre. Entre eles, o Olimpo, um residencial exclusivo, construído na Rua Baronesa de Poconé, com apartamentos de três e quatro quartos e vista para o Cristo e para a Lagoa. No período, a CHL ainda terá lançamentos em Botafogo, no Humaitá e na Gávea. Além da Zona Sul, a construtora investirá ainda no Grajaú. As construtoras Enes e Zayd, que formam a mais nova parceria do mercado imobiliário carioca, também devem lançar cinco empreendimentos na cidade com cerca de 600 unidades, algo entre R$ 90 milhões de VGV. A Even, que lança neste ano a marca Open no Rio de Janeiro, contará com três empreendimentos para a classe média.

A Calçada, empresa de capital fechado, avalia que não sentiu fortes impactos da crise econômica internacional em seus negócios.

"Ao contrário dos Estados Unidos, aqui no Brasil os bancos sempre foram muito prudentes ao conceder crédito. Além disso, o aumento de apenas 1% a 1,5% nos juros para o financiamento de imóveis ainda representa um ótimo negócio, sendo que alguns bancos não aumentaram os seus juros e não pretendem fazê-lo como, por exemplo, a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil. Vale ressaltar, ainda, que durante a obra não há incidência de juros. Desta forma, quem está comprando imóvel agora ou comprou recentemente, ainda vai passar dois anos sem sofrer o impacto deste pequeno aumento dos juros e a expectativa é que até lá a economia tenha entrado nos eixos novamente", afirma João Paulo Matos, presidente da Calçada.

Rodrigo Conde Caldas, vice-presidente da Concal, também avalia que embora o momento atual seja de retração na economia mundial, o mercado de construção civil no Brasil tende a continuar crescendo.

 

Obras de lançamentos de CHL
 
"Temos 12 obras em andamento: dois em São Cristóvão, cinco no Leblon, um em Ipanema, na Tijuca, na Freguesia, em Nova Iguaçu e em Pedro do Rio, região serrana. O total de cinco mil empregos diretos e indiretos está sendo gerado pela Concal",  afirma Rodrigo.

Tijuca, Jacarepaguá, Barra da Tijuca, Recreio, Botafogo, Campo Grande e Nova Iguaçu estão entre as principais regiões contempladas pelos lançamentos imobiliários. Frente à retração observada no último trimestre, 2009 será um ano em que as vendas serão fundamentais, já que o estoque das construtoras precisará ser liquidado. A avaliação é de Rubem Vasconcelos, presidente da Patrimóvel, imobiliária responsável pela venda de 65% a 7-& dos lançamentos do Rio. A Patrimóvel vendeu cerca de cinco mil imóveis em 2008, no valor de R$ 1,650 bilhão, e manteve o volume de vendas. A imobiliária observou crescimento de 10%. 
 
"Vamos nos dedicar ao realinhamento do relacionamento com as incorporadoras e construtoras e investir R$ 5 milhões na divisão de imóveis usados da empresa. A intenção é crescer de 7% para 20% participação deste segmento no faturamento da Patrimóvel", ressalta Vasconcelos.

 
Veja outras matérias



 
 
 
     
Area do cliente  
Extrato de contas, segunda via de boletos
   
Newsletter  
 
  • 31 3891-4547
  • 31 9 7545-4456
  • 31 9 8568-7166
  • 31 9 8872-7908
  • P.F. 10401
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
    Mundo Mídia "Soluções Criativas"