Cadastrar imóvel imobiliária

Informativo

Armários livres de fungos e mofos
A dobradinha umidade e bolor prejudica até mesmo o mais belo ambiente. Para combater, vale desde receitinhas caseiras a revestimentos importados

Luciana Ackermann |
Fonte: O Globo

Rio de Janeiro - Em tempos de chuva, o excesso de umidade pode representar sérios problemas nos lares. Em alguns bairros como o Alto da Boa Vista, o Itanhangá e a Barra da Tijuca são comuns mofos e bolores nos armários e paredes, que, além do cheiro desagradável, ainda trazem sérios transtornos aos alérgicos.

A regra número um é manter o ambiente limpo e arejado. Abrir janelas, diariamente, propicia a troca do ar e a entrada dos raios de sol. Arquitetos sempre recomendam que as janelas sejam colocadas em posições cruzadas para aumentar a circulação de ar. Mas como nem sempre isso é possível, vale recorrer a diferentes artifícios para se livrar dos fungos.

A arquiteta Ana Lúcia Jucá relembra um projeto no Itanhangá, onde a residência tinha problemas crônicos de umidade e as roupas guardadas nos armários, facilmente, ficavam emboloradas. Ela usou portas venezianas para facilitar a entrada do ar e um revestimento importado antimofo no fundo dos guarda-roupas (Cedarline).

"O aspecto de cortiça do revestimento não era o mais adequado ao projeto. Eu quis pintá-lo de branco, mas acabaria com a função especial do material e a prioridade, no caso, era deixar as roupas livres do mofo", afirma Ana Lúcia.

Entre outras alternativas estão o uso ventiladores para gerar a circulação do ar, a instalação de lâmpadas dentro do armário, que ajudam na evaporação. Há também diversos equipamentos que prometem a esterilização do ar e a aplicação de Sterilizer, produto que oferece a desinfecção para ambientes fechados.

Enfim, para contornar a situação, vale tudo, inclusive seguir as dicas do livro Sebastiana Quebra Galho, da autora Nenzinha Machado Salles, um guia prático para donas de casa. De acordo com a autora, para absorver a umidade de um ambiente, não há nada melhor do que algumas porções de lenha seca com suas cascas. Já dentro do armário, a autora recomenda pedaços de algodão embebidos em essência de terebintina (uma espécie de solvente) que devem ser colocados em alguns cantos e gavetas. Outra dica de Nenzinha para combater o mofo é colocar alguns frascos de boca larga com cal virgem até a metade, deixá-los abertos, renovando-os a cada seis meses. Há quem prefira o uso de giz, que devem ser distribuído pelas gavetas e cantinhos. A cera incolor de assoalho também pode ajudar a impermeabilizar o móvel.

Mas, se o mofo já tomou conta da sua casa, fique atento para as dicas de como acabar com as manchas incômodas:
- misture água com água sanitária, na proporção de um para um, e passe com um pano nos armários, gavetas, paredes e cômodas e deixe secar;
- vinagre também ajuda a acabar com as manchas de mofo;
- deixe em cada prateleira dos armários um pedaço de giz. Ele ajuda a eliminar a umidade;
- retire os sapatos que estejam mofados do armário e lave-os com substâncias antifungo;
- use produtos antimofo durante a faxina periódica dos locais que o mofo prolifera;
- lave as roupas que estão guardadas por um longo período, mesmo que não estejam sujas;
- verifique se existem infiltrações;
- roupas com mofo ou com cheiro de mofo podem ser lavadas com suco de limão (consulte as instruções de lavagem) e secas ao sol

Poções caseira antimofo:
- Água + água sanitária (proporção de 1/1)
- Água + vinagre (mesma medida)
- Água + cloro (10/1)

 
Veja outras matérias



 
 
 
     
Area do cliente  
Extrato de contas, segunda via de boletos
   
Newsletter  
 
  • 31 3891-4547
  • 31 9 7545-4456
  • 31 9 8568-7166
  • 31 9 8872-7908
  • P.F. 10401
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
    Mundo Mídia "Soluções Criativas"