Cadastrar imóvel imobiliária

Informativo

Tempo seco para sua casa
Verão chega com chuvas, e, com elas, os problemas de umidade. Saiba como se proteger

Luciele Velluto |
Fonte: Jornal da Tarde

Até o fim do período de chuvas, que já começou este ano e se encerra no fim do verão, muitas paredes, lajes e pisos vão mostrar sinais de umidade, como fungos, infiltração e estufamento dos revestimentos e da pintura. Todos são problemas que poderiam ter sido evitados se a impermeabilização necessária tivesse sido feita durante a obra, com gasto muito menor do que as soluções para remediar o estrago já detectado.

A maior parte desses problemas ocorre por falta de informação de quem está construindo, seja do produto adequado para cada local, seja do uso desse produto ou desconhecimento das áreas que merecem atenção para evitar problemas de infiltração. "Para cada área em contato com água, seja interna ou externa, há uma solução adequada para não haver problemas. Consultar um profissional é fundamental, pois o pedreiro não é o mais indicado, já que ele não vai voltar na obra para ver os resultados depois de pronta. Evite palpite, procure quem conheça", recomenda Nelma Christina Alves, engenheira civil e presidente do IBI (Instituto Brasileiro de Impermeabilização).

Segundo a fabricante de soluções impermeabilizantes Vedacit/Otto Baumgart, as dúvidas mais consultadas no serviço de atendimento ao consumidor são de infiltração em lajes e paredes. "Entre os erros mais comuns está a falta de caimento em lajes e áreas frias, como banheiros, cozinhas e lavanderias", afirma Eliene Ventura, coordenadora do departamento técnico da companhia.

O diretor comercial da Denver Impermeabilizantes Sergio Guerra conta que outro erro comum é achar que os produtos são universais. "As soluções são específicas para cada área, cada obra. E é importante procurar produtos normalizados, pois não dá para economizar nessa hora e depois gastar mais que o dobro para recuperar o estrago", comenta. "E ainda existe aqueles que acham que contra umidade não tem jeito. Tem sim", completa.

Nelma explica que tanto especialistas quanto os fabricantes podem dar a orientação necessária para que a impermeabilização seja feita corretamente. "Ter um consultor não é um absurdo e pode economizar muito no futuro. Se a pessoa vai reformar o banheiro e a cozinha, aproveite para fazer o necessário para evitar umidade", diz.

O gerente de projetos da construtora de empreendimentos sustentáveis Ecosfera, Carlos Henrique Pini, também recomenda a consulta de um especialista. "Com o profissional certo, se terá 50% do problema resolvido. O restante é aplicação certa dos produtos", avalia.

 
Veja outras matérias



 
 
 
     
Area do cliente  
Extrato de contas, segunda via de boletos
   
Newsletter  
 
  • 31 3891-4547
  • 31 9 7545-4456
  • 31 9 8568-7166
  • 31 9 8872-7908
  • P.F. 10401
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
    Mundo Mídia "Soluções Criativas"