Cadastrar imóvel imobiliária

Informativo

Reforma e construção

Sempre há uma boa novidade

A cada ano, surgem mais produtos que levam em consideração a forma sustentável desde sua produção e extração de matéria-prima até aplicação final
 
 

Luciele Velluto | Fonte: Jornal da Tarde

Construir uma casa de bem com o meio ambiente está cada vez mais acessível com o desenvolvimento de novos produtos menos agressivos à natureza e com preços competitivos. A cada ano, surgem mais produtos que levam em consideração a forma sustentável desde sua produção e extração de matéria- prima até aplicação final.

Os produtos vão de tijolos, tintas, madeira, revestimentos, passando por soluções e modificação nos processos de construção. Um dos projetos de sucesso é o da arquiteta Luciana Tomas, que trabalha com plantas sustentáveis. A profissional desenvolveu um banheiro que reaproveita no mesmo ambiente água que antes seria descartada, além de escolher materiais que tenha a mesma proposta.

Um desses produtos é a pastilha da Lepri, empresa que passou a adotar a reciclagem de lâmpadas fosforescentes na produção das peças. "A cada dia temos uma empresa lançando um produto. Antes, era muito difícil encontrar material com essa proposta. Hoje, o acesso é mais fácil", comenta Luciana.

A arquiteta Leticia Achcar, um dos idealizadores da empresa Primamateria, especializada em produtos sustentáveis, também indica produtos que atendem à proposta ecológica. Um desses itens é a tinta de base mineral e água. "Ela não tem COV (Composto Orgânico Volátil), que é o principal poluente. Esse produto não desbota e é indicado tanto para área interna quanto externa", conta a profissional. O balde rende para 18 m² de área pintada e custa, em média, R$ 180.

Além desses produtos, o mercado também disponibiliza tintas e vernizes a base de água, que são menos agressivos, madeira certificada e revestimentos produzidos de forma menos agressiva ou de material reciclado.

A Solarium lançou um revestimento para parede feito com base em cimento refratário que não usa a queima para sua produção, e todo o material de descarte é reutilizado. A Eliane desenvolveu um porcelanato feito com material reciclável.

A Supergreen desenvolve produtos e soluções para a parte hidráulica, como canos em PPR (Polipropileno Randômico), que substituem os encanamentos de cobre, e de aquecimento de água, como o aquecedor a vácuo, além de outros produtos que utilizam energia renovável.

Quanto a madeira, uma das maiores preocupações dos arquitetos que trabalham com projetos sustentáveis, a escolha é por produtos certificados ou que antes seriam descartados. Madeira de demolição está entre as mais utilizadas, mas eucalipto, teca, pinus, bambu, entre outros, já entraram no portfólio de opções ecologicamente corretas. Para compor placas que se tornarão portas, pisos ou aplicações em paredes e móveis, o cuidado também está na cola, que precisa ser a base de água para manter a proposta.

 
Veja outras matérias



 
 
 
     
Area do cliente  
Extrato de contas, segunda via de boletos
   
Newsletter  
 
  • 31 3891-4547
  • 31 9 7545-4456
  • 31 9 8568-7166
  • 31 9 8872-7908
  • P.F. 10401
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
    Mundo Mídia "Soluções Criativas"